clik e veja

A Arca do Zé Colméia Abertura da novela Os Ricos Também Choram 1982 abertura de novelas Abertura Fantástico 1976 Abertura Jornal Nacional 1972 Abraço e Aperto de Mão ou Pêra Alô angelo maximo Angélica: Vou de Táxi (clip) ANOS 80 ANTONIO MARCOS A SAUDADE QUE FICOU anuncios aprender matemática AQUI E AGORA araci de almeida armazem atores Baile Funk Anos 70 balão magico Bibo Pai e Bobi Filho bicicleta Bonanza bozo brincadeiras brinquedos cai no poço Beijo cantigas de roda Cantores Brasileiros dos anos 70 Carequinha - Palhaço Carrinho de rolemãs carros carros que deixaram saudade chacrinha Chaparral CHiP's (1977) Chocolate Surpresa Cicciolina Clube do Mickey - SBT comerciais Cotonetes Johnson Johnson Banheira 1978 Cremogema Cynira Arruda linda mussa dos anos 70 nu artistico desenhos DESPERTADOR doces Docura I Love Lucy à Brasileira Dominó: Companheiro eletro domesticos emulsão de scott Enceradeira Arno anos 70 enciclopédia Barsa Universa EXTRATO DE TOMATE Fernando Mendes fichas de telefone filmes fita cassete fita k7 FUTEBOL Galinha Mag Geizibel menina de oito anos. George Baker Selection Una Paloma Blanca girias dos anos 70 GRANDE FAMÍLIA - Abertura 1ª Versão 1972-1975 grande musa dos anos 70: Nádia Lippi Grande Sertão: Veredas Grupo Dominó Ela Não Gosta de Mim HUMOR JERRY LEWIS jovem guarda Jovem guarda Giane Angelita Jovem guarda - Diana - Ainda queima a esperança João Figueiredo Juninho Bill e Simony antes da fama ki suco KOLINOS Kátia D'Angelo lambreta Leite de Magnésia Phillips livros livros leitura escola primaria Lojas Arapuã Luan Vanessa Quatro Semanas de Amor Lucelia Santos Luma de Oliveira MAQUINA DE COSTURA maquina fotografica Maçã. menudos Mio e Mao - década de 70 mizena Mobral monocolos de fotografias motos moveis de formica musicas Mussum trapalhoes nadia lipp namor neocide Nika Costa On My Own- novelas O Homem Invisível (1975) - abertura dublada o principe submarino obigetos os gatoes os trez pateta ovinhos do Sal Cisne padre zezinho Patricia Marx certo ou errado perfumes picole Pique Esconde pirulito zorro pomada minancora Pornochanchadas: Os cartazes de filmes nacionais mais ‘provocantes’ da história Praça da Alegria 1974 programas de auditorio propaganda ranbo Raízes 1977 rede clobo no passar dos anos Rede Manchete refrigerantes retrospectivas Revista roupas rpm Rádios dos Anos 70 sandra brea sapatos saudades seriados shanpu Shazan silvio santos SIMONY QUANDO CRIANÇA NO RAUL GIL 1979 sitio do pica pau amarelo som Sonia Braga super herois T.V. Pirata tabuada TARZAN Tema de Lara topo gigio Tostines vende mais porque é fresquinho trem da alegria Trem da Alegria Pique Pega Trem da Alegria - uma história de Sucesso Trem da Alegria brincando no Viva a Noite tv coloso tv pirata Uri Geller entorta talheres Uva variedade video de muia coisa variada dos anos 80 video de muita coisa variada dos anos 80 vila sessamo Vinhetas da Rede Globo Vinhetas Das Sessões De Filmes Dos Anos 70 vitasay Xerife xispa ze betio

xororó du goias canta paixão de homem

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Lucelia Santos rostinho de menina ate hoje












Maria Lucélia dos Santos, mais conhecida como Lucélia Santos (Santo André, 20 de maio de 1957), é uma atriz e cineasta brasileira.
Ficou internacionalmente famosa pela sua atuação na telenovela Escrava Isaura, que foi exibida com sucesso em 130 países.Lucélia é filha de Maurílio Simões dos Santos e de Maria Moura dos Santos.
Estreou no teatro aos catorze anos, na peça infantil Dom Chicote Mula Manca e seu fiel companheiro Zé Chupança. Após fazer um curso de teatro com Eugênio Kusnet, participou da montagem de Godspell, no Rio de Janeiro. Em seguida participou de Rock Horror Show e da peça Transe no 18. Foi então que Gilberto Braga e Herval Rossano a convidaram para estrear a telenovela Escrava Isaura. O sucesso de Escrava Isaura, que estreou em 11 de outubro de 1976, foi gigantesco, projetando a carreira de Lucélia Santos internacionalmente de forma definitiva. Com a novela viajou para vários países como Rússia, Polônia e China. Em 1985 ganhou o prêmio "Águia de Ouro", oferecido pela primeira vez a uma artista estrangeira pela população chinesa atráves do voto direto. Escrava Isaura é o produto mais dublado e exibido no gênero telenovela do mundo segundo uma pesquisa do programa americano Good Morning America.
Em 1980, rompendo com a imagem de "namoradinha do Brasil", posou nua para a revista Playboy, numa atitude tida como ousada pela mudança que representou na sua imagem. A edição de abril de 1980 da revista vendeu extremamente bem.
Mas foi no cinema que rompeu realmente com o estigma. Foi Nelson Rodrigues que desejou a atriz para o filme Bonitinha, mas ordinária e, mesmo sabendo que o filme era ousado, ainda mais para a época, Lucélia aceitou.
Lucélia Santos participou depois de diversos filmes, quase todos baseados em obras do dramaturgo Nelson Rodrigues como Engraçadinha e Álbum de família, que a transformaram em uma musa rodriguiana.
Posteriormente, Lucélia voltaria a ser capa da revista Playboy por uma segunda vez, em 1981, para promover o filme Luz del Fuego.
Lucélia também fez diversas outras telenovelas de grande sucesso, como Locomotivas, Feijão Maravilha, Água Viva, Guerra dos Sexos e Vereda Tropical, além do seriado Ciranda Cirandinha e da minissérie Meu Destino é Pecar, outra obra de baseada em Nelson Rodrigues.
Foi casada com o maestro John Neschling, com quem tem um filho, Pedro Neschling, que também é ator.
Com a fama internacional conquistada com a novela Escrava Isaura, visitou, como convidada, vários países e inclusive integrou comitiva de Presidentes da República. Com Fernando Henrique Cardoso esteve na China, onde foi efusivamente recepcionada pelo primeiro-ministro Deng Xiao Ping.
Um de seus fãs mais ardorosos é Fidel Castro. Na coleção de vídeos do líder cubano, ocupa lugar de destaque uma fita VHS do filme Luz del Fuego.
Depois da Independência de Timor-Leste, em 2001, Lucélia Santos realizou um documentário sobre este novo país, Timor Lorosae - O Massacre Que o Mundo Não Viu, que foi censurado no 8º Festival Internacional de Cinema de Jacarta.
[edita

Nenhum comentário: